FANDOM


Um sacerdote é um indivíduo que tem por opção de vida primeira mais do que seguir uma determinada religião, torna-se ele habilitado para dirigir ou participar em cerimônias de culto. No caso da sociedade do amor, sacerdote são aqueles seres que tendem a ter seu tempo totalmente tomado pelo amor integral, até se tornarem seres atemporais do amor.

CristianismoEditar

No Antigo Testamento os sacerdotes eram homens separados por Deus para oferecer sacrifícios pelos pecados do povo. Ele era o mediador entre os homens e Deus. (Do homem para Deus) assim como o profeta (De Deus para o homem). Mas além de sacrificar, o sacerdote também intercedia pelas pessoas. Em Hebreus 7:24-28 nos mostra Jesus como um sacerdote e veremos o porque: Ele ofereceu um sacrifício pelos nossos pecados – O sacerdote do Antigo Testamento sacrificava um cordeiro, puro, para a expiação dos pecados. Mas Jesus fez uma obra completa, por Ele ser o Cordeiro de Deus (Jo 1:29) se sacrificou em nosso favor, levando de uma vez por todas nossos pecados. Ele era tanto o sacrifício quanto o sacerdote que oferecia o sacrifício . Ele nos une ao Pai. Ao passo que o tempo foi passando, sacerdotes sem nenhum respaldo surgiram, de forma que nem podiam sacrificar pelo povo, pois sua própria vida não estava de acordo com a vontade de Deus. Os sacerdotes levavam os pedidos e as confissões de cada um a Deus. Mas Jesus, como o sacerdote perfeito nos leva a Deus, fazendo com que possamos falar com Ele pessoalmente. Jesus intercede por nós sendo nosso advogado diante do Pai (I Jo 2:1), e assim, além disso, nós mesmos podemos chegar diante de Deus, orando no nome de Jesus, pois esse nome é o nosso refúgio


Entre os gentios também se chamava sacerdote ao sacrificador.

Sacerdote (eclesiástico)

I. Os termos Usados II. Informes Histórico III. Um Corilário Lógico

I. Os Termos Usados a. em português, sacerdote vem do latim sacer, (sagrado), (consagrado).

Sociedade do AmorEditar

O termo sacerdócio para a sociedade do amor está vinculado as religiões apenas indiretamente. Ele esta mais para o sentido geral da palavra. Os membros da sociedade do amor que sentem a maior vontade para seguir todos os princípios do amor nas 24hs dos seus dias terrenos podem estar vinculados ou desvinculados de determinada religião específica.

Todas as religiões envolvem o amor do homem pelo desconhecido. Neste princípio os indivíduos que pensam religiões acabam por criar de acordo com seus mundos interiores, e a percepção da sua cultura novas facetas de crenças, que podem permanecer dentro de sua religião inicial ou derivar para outras.

A sociedade do amor esta desvinculada de religiões, como dito, ela esta ligada diretamente ao amor em si, e por si. Desta arte, temos que a "religião" da sociedade do amor seria o próprio amor em si. Por este motivo, os sacerdotes da sociedade do amor, são indivíduos que ao tomarem coinciência de que participam dela desde o momento que surgiram como uma nova linhagem celular, a partir da soma de um espermatozóide e um óvulo, minutos antes da formação do óvulo.

Para os integrantes da sociedade do amor que tomam suas decisões sempre em função do amor na sua forma mais pura, e iniciam sua caminhada na linha do amor integral de uma forma muito mais forte, surge um interesse maior, e desapego constante pelas coisas que se sabem acabam por desagradar ao homem completo. Desta forma, mesmo aqueles que a praticam estão por amar as coisas incorretas fadados a uma constante de vazio. Estas coisas são facilmente inteligíveis, basta pensar em algo que lhe traz somente uma alegria momentânea, porém logo depois este sentimento se esvai. Pode-se ainda pensar que um fato que proporciona uma alegria por maior tempo seria melhor, mas quem chega ao topo do entendimento do amor integral. Entende que tem que ser assim, pois o desejo do topo daquele que sente diariamente, nas horas inteiras dos seus dias a manifestação do amor integral, sabe que se inexiste sem estar inserido nele.

Para os grandes sacerdotes da Sociedade do Amor, o amor integral se faz presente em um tempo que se desconhece na terra, e neste universo. O amor nestes indivíduos acontece de uma forma atemporal.

Explicando melhor, entende-se que se afastam do amor integral aqueles que se distanciam dos princípios fundamentais da existência. Estes princípios existentes em todos os seres, e em tudo aparentemente sem vida, mas que esta eternamente em movimento. Os princípios obedecem as Leis Universais.

BudismoEditar

PositivismoEditar